Certo e Errado na Hora da Refeição

Olá mamães e papais! Como vocês estão?

Hoje vim falar com você sobre um assunto que muitas vezes gera dúvida nas nossas casas. Como agir na hora da refeição com nossos pequenos? Devo forçar meu filho comer mesmo se ele não quiser? O que fazer se meu filho não aceita certo tipo de alimento? Como saber a quantidade certa para oferecer em cada refeição?

Essas eram e são dúvidas constantes que rodeiam a cabeça dessa mãe que vos fala. Pensando nisso resolvi pesquisar um pouco para esclarecê-las e vim trazer as respostas para vocês.

Nossos pequenos estão em evolução, cabe aos pais moldar seus hábitos. Principalmente se tratando de alimentação saudável é sempre bom lembrar que as crianças são por natureza imitadores do que está a sua volta. Então, vamos melhorar (se já não temos) nossa alimentação para que nossos filhos copiem algo bom.

Aqui e casa devido as restrições alimentares de Ester tivemos que melhorar a nossa alimentação e consequentemente ficou bem mais fácil fazer ela aceitar o que oferecemos já que a maioria das vezes nos vê comer o alimento ofertado.

Vamos agora saber o que fazemos Certo ou Errado  na hora da refeição com nossos filhos.


Certo

1. Sempre que possível faça com que seu filho participe da refeição junto a família. Como já disse crianças aprendem vendo o que outros fazem. Importante é sempre manter bons e saudáveis alimentos a mesa.
2. Faça as refeições em lugar calmo sem distrações como TV, rádio ou celular. Faça desse horário um momento de troca entre a família. Garanto que vai render frutos.
3. Desenvolva uma rotina diária com as três principais refeições e dois lanches. Deve ser observado o padrão de sono da criança. Sabemos que quando estão como sono não comem bem.
4. Sempre tente oferecer em cada refeição algo que seu filho goste.
5. Faça um diário alimentar do seu filho. Isso ajudará você no final do dia ter certeza que ele ingeriu todas vitaminas necessárias.
6. Faça comentários sobre como tal alimento é gostoso e que faz bem para saúde. Muito importante é elogiar seu filho quando ele comer a refeição mesmo que não tenha comido tudo.

Errado

1. Seu filho não precisa raspar o prato para ficar satisfeito. Não há necessidade de fazê-lo comer tudo que for oferecido. Se a criança vira a cabeça, afasta a colher da boca, empurra o prato ou mesmo faz ânsia de vômito é sinal que ele está satisfeito e que devemos parar de insistir.
2. Se seu filho recusar comer algo não ofereça outro alimento no lugar. Num outro momento ele pode comer outra coisa.
3. Sobremesa não é recompensa. Se chantagear seu filho com isso só irá fazer ele pensar que a sobremesa é melhor que a refeição.
4. Evite grandes quantidades de leite, lanches ou sucos durante dia. Isso irá fazer seu filho sentir menos fome na hora da refeição.
5. Quando seu filho se recusar a comer uma refeição não ofereça um lanche em substituição. Espere até o horário do lanche.
6. Não se sinta culpada se a refeição não sair do jeito que pensou. Respire fundo e espere até a próxima com pensamento positivo.

Espero que minha pesquisa ajude vocês. Posso garantir que aqui foi um divisor de águas.

Aguardo todos no próximo post!

Fonte pesquisada: Philips Avent

Nos Siga também nas redes sociais

Facebook: Agora Somos Pais
Instagram: @agorasomospais

8 comentários:

  1. A hora da alimentação as vezes é mega estressante mas as dicas tão ai para ajudar e ilumina os papais e mamães que sofrem com isso! Aqui Isaque da um trabalho pra comer!

    ResponderExcluir
  2. Nossa adorei Jaque confesso que quando o Gabriel nao quer comer tudo muitas vezes eu fico insistindo mas sei que nao é certo.
    VBou melhorar nisso.

    ResponderExcluir
  3. Belo post!! Realmente cometemos erros sem nem saber que estamos erramos!

    ResponderExcluir
  4. Eu acho uma hora bem cansativa...
    aqui são três.. então ja deve imaginar a correria que me dá...

    ResponderExcluir
  5. Gente a hora da refeição aqui em casa é um verdadeiro terror. Adorei as dicas, usarei mto pode ter certeza. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adorei as dicas, em casa foi cansativo, foi demorado mas consegui, meus filhos comem de tudo e coisas bem variadas!

    ResponderExcluir
  7. Tudo é questão de paciência e persistência né? E para que os filhos melhorem o paladar, nada melhor que sermos exemplo. Graças a Deus, Melissa come absolutamente bem

    ResponderExcluir
  8. Alimentação das crianças preocupa né..Gostei muito das dicas e já estou colocando em prática algumas.

    ResponderExcluir