Teste

Entenda o que é Sinéquia Vaginal

Olá mamães e papais! Como vocês estão? Espero que bem.

Hoje vamos falar de um assunto que sinceramente nem sabia que existia. Sinéquia Vaginal conhecida como aderência dos pequenos lábios ou fimose feminina. Isso ocorre quando os pequenos lábios da vagina colam apenas uma parte e em casos raros a aderência acontece por inteiro.

Vou contar para vocês como descobrimos que Elisa tinha nascido com esse problema.

Quando Elisa nasceu e eu troquei a fralda dela percebi algo estranho. A vagina dela não era igual a da irmã. Mas pensei que eu estava enganada e poderia ter esquecido como era a genitália de uma recém nascida e afinal a pediatra da sala de parto havia examinado minha filha e não poderia ter deixado passar alguma coisa errada.
Os dias foram passando, em cada troca de fraldas eu pensava que tinha sim algo errado. Mas confiava que a médica tinha examinado a menina inteira. Veio a consulta da revisão, de um mês e eu sempre preocupada com outras coisas que nem pensava em perguntar nada sobre a vagina da minha filha.
Precisamos levar ela em um alergista que por sorte também exerce pediatria. Não precisou mais que alguns segundos de exame para que ele encaminhasse nossa bebê de apenas dois meses a um ginecologista com um laudo escrito "Sinéquia Vaginal". O médico foi muito enfático em dizer que estamos com sorte dela ainda conseguir urinar visto que os pequenos lábios estavam totalmente colados. Ele nos mostrou como os pequenos lábios estavam colados. Eu saí do consultório já abrindo uma página do Google para pesquisar sobre isso.
Cada página que eu abria me perguntava como deixei isso acontecer. Por que não falei com a pediatra quando achei que tinha algo errado? Por que ela não examinou minha filha direito? O que iríamos fazer?
Passamos as duas horas de viagem nos fazendo milhões de pergunta. Quando chegamos liguei logo para meu ginecologista para marcar uma consulta. Por ser um bebê tão pequeno ele não soube me orientar. Esperei o dia da consulta com a pediatra e falei com ela que um alergista de outra cidade viu que a vagina da minha filha estava fechada. Ela disse que era normal acontecer isso e prescreveu um pomada a base de hormônio para passar no local até abrir
Não me senti segura e tentei encontrar na cidade um ginecologista que atendesse criança. Encontramos uma!!! Foram cinco horas aguardando a consulta com uma bebêzinha de dois meses mas valeu a pena. Ele me explicou o que minha caçulinha tinha, como tratar e principalmente como proceder depois do tratamento.

Depois desse longo relato vou passar para vocês tudo que a médica me disse:

O que é?
Sinéquia Vaginal não é uma má formação. Algumas bebês nascem com deficiência do hormônio feminino estrogênio. Costuma acontecer com crianças até 10 anos.

Como identificar?
Na hora de fazer higiene na criança devemos ficar atentos a qualquer anormalidade tais como irritação, vermelhidão. Em alguns casos pode ocorrer dificuldade para urinar. Qualquer dúvida procure o pediatra.

Como tratar?
Alguns médicos aconselham fazer massagem no local por alguns dias para vê se descola. Caso não aconteça é indicado uma pomada a base de hormônio estrogênio. Quem dirá a quantidade de dias é o médico mediante exame.
Existe casos em que se é necessário uma microcirurgia com anestesia local onde o médico fará um corte para separar os pequenos lábios.
Depois que abrir a probabilidade de fechar novamente é grande. É aconselhado em cada troca usar vaselina sólida para evitar que o atrito possa fazer os pequenos lábios colarem.

Usei a pomada durante uns quinze dias. Durante todo tratamento não coloquei body, calça, calcinha nada que pudesse apertar essa região. Depois que abriu comecei usar a vaselina em todas as trocas.

Quero deixar aqui um alerta aos pais de meninas. 

1º Sempre observe cada detalhe da sua filha. Se achar que tem algo errado procure o pediatra;
2º Na primeira consulta com pediatra questione se ele não olhar a vagina da sua filha. Pode parecer invasivo mas garanto que pode livrar de maiores transtornos.

Espero que mais esse relato possa ajudar pais. É muito bom quando vemos que outros passam ou passaram pelo menos que nós.


2 comentários:

  1. Ótimo alerta, principalmente para mães de primeira viagem, aqui passamos com o pediatra após 7 dias e ele examinou tudo é todas as partes. É qie bom que acharam uma médica que orientou corretamente.

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir
  2. Eu desconheci totalmente o assunto, até que uma seguidora pediu pra eu falar sobre isso no blog, mas ainda não tinha pesquisado.
    Vou encaminhar este post pra ela.
    Parabéns pela abordagem.

    ResponderExcluir